Diseño Digital

Sem dúvida alguma, os diversos tipos de fotografia existentes refletem, mais do que nunca, a sociedade contemporânea e sua integral dependência das redes sociais. 

A fotografia é uma forma de arte que encontrou nas redes sociais o maior veículo de propagação desde a invenção da máquina fotográfica. Instagram; TikTok; Snapshot e, claro, o Facebook. Todas estas mídias sociais convergem para um único fundamento: a imagem, sem a qual elas simplesmente desapareceriam. 

E, dentre todos os formatos de fotografia publicitária existente, uma das formas mais eficazes e lucrativas, especialmente, para as páginas sociais de marcas e empresas de moda, é a fotografia de moda. 

Isto porque o nicho fashion é um dos mais lucrativos do mundo, com um faturamento no mercado B2C de mais de U$ 500 bilhões, anualmente. Principalmente, com a alteração social provocada pela pandemia da COVID-19, as redes sociais explodiram com perfis de moda que se viram compelidos a entrar na ordem do mundo virtual. Caso contrário, as consequências poderiam ser dramáticas.

Então, para um negócio ou uma marca de moda que capta clientes por meio dos seus perfis nas redes sociais, quais são os tipos de fotografia que mais convertem leads e atraem compradores reais? 

Se você quer fazer o seu negócio crescer atraindo da forma correta seu público qualificado, leia este artigo, até o final.

1.Look Books e os Publieditoriais como Principal Tipo de Fotografia para Redes Sociais de Moda

Certamente que toda marca de moda que se preze já produziu ou, minimamente, ouviu falar de um look book

Também chamado de edição visual é, normalmente, o documento técnico que concentra a coleção da loja. Sendo assim, mostra os modelos vestindo as peças da marca, em um cenário bem clean e direcionado à proposta daquela temporada. 

Independentemente da produção de conteúdo ou da estratégia de marketing de uma loja no digital, decerto que um look book é imprescindível. Denota credibilidade e autoridade aos clientes em potencial que acessarem os perfis das redes sociais de moda.

Além disso, o look book é fundamental para a jornada de compra do cliente. 

Isto porque nele estarão contidas todas as características e detalhes de cada peça. Desde o tipo de tecido, até as dimensões do produto, e, até mesmo, dicas de possíveis combinações e uso. Deste modo, no primeiro sinal de dúvida, o cliente tem nestas imagens o suporte necessário para o seu processo decisório. 

Logicamente que um perfil de rede social de moda dominado por imagens estáticas, com a exposição informacional das peças e intuito meramente comercial não irá gerar o anseio e o desejo urgente pelo produto, que é o principal objetivo. Porque é este desejo que motivará o cliente a, de fato, efetuar a compra.

Contudo, isto não significa dizer que o look book deve ser preterido. Pelo contrário, é o pilar fundamental sobre o qual estará estruturada toda a campanha de marketing e conteúdo para as mídias sociais. 

 

2.Lifestyle Ou Ensaio Mídia Social Como Tendência de Tipo de Fotografia para Rede Social de Moda

 

Como o próprio nome já diz, são fotografias voltadas para a circulação em mídia social. 

Visto que as redes sociais são, talvez, o principal veículo de tráfego digital da atualidade, este novo parâmetro fotográfico surgiu, nos últimos anos, com o objetivo de adequar a fotografia de moda ao padrão determinante de consumo gerado por estas plataformas. 

Simplificadamente, digamos que o Lifestyle é a evolução do look book. Só que, enquanto o look book tem foco dedicado à peça, em um cenário neutro, o Lifestyle é mais dinâmico. 

Em linhas gerais, o Ensaio Mídia Social ou Lifestyle nada mais é do que a aplicação cotidiana dos looks da marca. 

Nessas fotos, o modelo – ou por vezes, pessoas comuns, o que pode ser ainda mais interessante – está mais descontraído, em poses que simulam movimento, em sets externos, utilizando acessórios (brincos, bolsas, sapatos, maquiagens, etc), efetivamente introduzindo as peças de roupas em todos os seus possíveis usos. 

 Sem contar que o fotógrafo profissional já faz as fotos entendendo os formatos nos quais serão aplicadas. Isto é, nos formatos de feed e story, das redes sociais de moda, basicamente. Pode parecer bobagem, mas cortes em fotos que não foram preparadas para os formatos das redes sociais podem desconstruir toda a história e contexto por trás da imagem. 

 

3.Flat Lay

Técnica antiga, criada em 1987 e completamente repaginada pelas redes sociais de moda, a flat lay consiste em associar looks completos a decorações impecáveis, em uma superfície plana e fotografar todo o conjunto, de cima pra baixo, em um ângulo de 90º. 

De fato, a grande sacada dessa técnica é a ausência de qualquer figura humana. Não existem modelos neste tipo de fotografia. Por isso que nela, mais do que em qualquer outra, o cliente consegue visualizar a si próprio utilizando as peças, sem interferências. 

Mais ainda, esta técnica estimula a imaginação, a catarse, criando gatilhos emocionais nos clientes em potencial, pela habilidade de vislumbrar cenários e criar expectativas emotivas em torno de tais fotografias. E, nada melhor do que o apelo emocional para converter o lead em comprador real, não é verdade?

E, nesse sentido, um bom shooting de flat lay para sua rede social de moda depende muito da contratação de profissionais com ótima noção de organização espacial. Isto porque peças harmônicas, bem organizadas, em um ambiente decorado à perfeição é a chave para o sucesso da foto. 

Além disso, a noção de psicologia das cores e colorimetria também tem despontado como o segredo de uma flat lay de qualidade. Empregar conceitos de monocromia, policromia e combinação das cores é fundamental para invocar o apelo emocional que discutimos acima. 

Por fim, não se pode esquecer a iluminação de qualidade nesta técnica fotográfica. Na verdade, isto vale para qualquer tipo de fotografia para redes sociais de moda. Entretanto, particularmente, na flat lay, a correta iluminação é determinante para uma fotografia de autoridade. 

Portanto, escolha a iluminação adequada (natural, artificial, ambiente, dura ou suave, com ou sem difusor e por aí vai) ao tipo de fotografia pretendido e mãos à obra!

 

Recommended Reads